Cidade festeira

por Gabriel Novis Neves

Cuiabá sempre foi uma cidade festeira. O calendário das festas começa no dia 1º de janeiro, dia do Padroeiro da cidade – Nosso Senhor Bom Jesus de Cuiabá.A seguir entramos no período das festas carnavalescas e logo vem a quaresma e a semana santa, muito significativa para uma cidade de forte tradição católica.

Em abril, a festa cívica da fundação de Cuiabá. Em seguida temos o mês de maio, inteirinho dedicado a Nossa Senhora, com missas e coroações. No segundo domingo deste mês temos o Dia das Mães. Na sequência a festa do Divino – uma das mais expressivas manifestações da tradicional religiosidade mato-grossense. O mês de junho é também o mês das festas juninas onde comemoramos Santo Antonio, o santo casamenteiro, São João e São Pedro.

A Festa de São Benedito começa na primeira semana de julho e é a festa mais popular do Estado. É um santo tão querido pela nossa gente que muitos acham ser ele o Padroeiro da cidade. Entremeando as festas religiosas outras profanas acontecem como a Exposição Agropecuária, onde são realizadas transações milionárias. Vem agosto, e o segundo domingo é reservado para a comemoração do Dia dos Pais.

GABRIEL NOVIS

Chegamos a setembro, com a Semana da Pátria bem no início do mês com direito a uma esticadinha estatutária que nós chamamos de feriadão. Festas também comemoram o início da Primavera.

Chega outubro com a festa da Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil e o Dia das Crianças. Dia de Todos os Santos é comemorado no dia 1º de novembro seguido do feriado para homenagear os nossos Mortos, e no meio do mês, a Proclamação da República.

Dezembro não conto, pois o mês todo é de festas e comemorações.

Esta é a Cuiabá festeira que eu conheço. Lembranças da minha meninice! Velhos tempos! Hoje, temos também inúmeras festas modernas.

Não irei comentar todas, mas algumas merecem registro especial. A festa da entrega das ambulâncias para os municípios do interior. A festa da entrega das viaturas para a polícia. A festa da entrega do novo carro do Corpo de bombeiros recém chegado da Europa. A festa para a entrega de motos e caminhões. E agora, a superfesta da entrega das gigantes máquinas, para facilitar o escoamento dos produtos agrícolas dos nossos municípios.

Vocês não conheciam essas festas modernosas?

Pois é.

E ainda mais: o lugar da entrega desse material vistoso fica em uma área discreta na pouco movimentada Avenida do CPA, ao lado de um pequeno shopping ali existente.

O ato da entrega não é uma festa e sim o final de um processo puramente administrativo. Banda de música, convite com presença obrigatória e o comparecimento espontâneo da mídia escrita, falada e televisada. Tudo muito simplesinho…

Não sei quem irá ter o trabalho de entregar as belas máquinas aos prefeitos, pois o serviço não é gratificante, porém obrigatório.

Espero acompanhar depois pelos comentários dos jornais e imagens das TVs quem foi o sorteado para tal missão.

Cuiabá é mesmo uma cidade com perfil superfesteiro!

postado por Gabriel Novis Neves, em 2010

0 comentário
0

VOCÊ PODE GOSTAR

Deixe um comentário

error: O conteúdo está protegido !