Início » Orçamento: Poderes ganham mais recursos em 2022. Veja cada um

Orçamento: Poderes ganham mais recursos em 2022. Veja cada um

por Editoria/AC

Os deputadops continuam discutindo, nas suas comisões, a LOA para 2022. E o que a proposta manda, até o momento, é que os poderes ganham mais recuros. O Tribunal de Justiça, por exemplo, terá acréscimo de R$ 102 milhões em seu duodécimo previsto para 2022. Para o próximo ano, o valor a ser repassado para é de R$ 1,3 bilhão, ou um acréscimo de 8,35%, o mesmo estabelecido para os demais Poderes e órgãos independentes.

Os valores estão especificados no projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA), enviada pelo Palácio Paiaguás à Assembleia Legislativa (ALMT).  Em relação aos outros poderes, a projeção para a Assembleia Legislativa em 2021 foi de R$ 558,3 milhões; para 2022 o valor subiu para R$ 604,9 milhões – aumento de R$ 46,6 milhões. O Ministério Público Estadual terá a receber R$ 524,3 milhões, R$ 40,4 milhões a mais.

O Tribunal de Contas (TCE-MT) teve duodécimo aumentado de R$ 395,5 milhões para R$ 428,4 milhões (diferença de R$ 33 milhões). Por fim, a Defensoria Pública tem previsão de R$ 170,5 milhões em 2022, sendo que neste ano o duodécimo ao órgão ficou em R$ 157,4 milhões (aumento de R$ 13,1 milhões).

O reajuste de 8,35% para cada Poder leva em consideração Emenda Constitucional 81/2017, na qual estabelece que o reajuste será feito com base no IPCA de doze meses encerrados em junho do ano anterior ao exercício. Antes da emenda, o acrescimo variava de acordo com o aumento da arrecadação prevista para o Estado.

Na proposta orçamentária de 2022 estão previstas receitas e despesas totais R$ 26,5 bilhões, sendo que o orçamento fiscal representa o montante de R$ 18,2 bilhões e o orçamento da seguridade social R$ 8,2 bilhões.

0 comentário
0

VOCÊ PODE GOSTAR

Deixe um comentário

error: O conteúdo está protegido !