1771-1780

1776 – Morte do primeiro cronista de Mato Grosso
Morre na Vila Real do Bom Jesus do Cuiabá o advogado licenciado José Barbosa de Sá. Dono de uma das grandes bibliotecas particulares da vila, Sá deixava inéditas duas obras: os Diálogos…, uma obra enciclopédica concluída em 1769 e dedicada ao governador Luís Pinto de Souza Coutinho (e inédita até hoje) e a Relação das povoações do Cuiabá e Mato Grosso, de seus princípios até os presentes tempos, que é a mais conhecida. Considerado maior cronista que por aqui estivera.


1776 – Substituto de Barbosa de Sá
Com a morte de Sá, chega à Vila Bela da Santíssima Trindade o do doutor em leis por Coimbra Felipe José Nogueira Coelho, nomeado pela rainha como provedor intendente da Real Fazenda.