A história passa pelo Porto

por Editoria/AC

O bairro do Porto data-se do início do século XVIII, mais precisamente, por volta de 1721. Tem sua história interligada com a fundação das Minas do Cuiabá e sua elevação ao Arraial de Bom Jesus de Cuiabá no ano de 1827.

Após a constituição do Arraial, o Porto tornou-se centro de descarga e carga dos produtos que abasteciam a região, além de ter sido local onde se estabeleceu maioria das lojas comerciais do então Arraial do Bom Jesus de Cuiabá.

Depois das descobertas do ouro na prainha, próximo a Igreja do Rosário, o Porto passou a receber muitos navios carregados de vinhos, seda, porcelanas e mantimentos para abastecer a cidade.

A via de destaque que até hoje liga a região central ao bairro é a Avenida 15 de novembro. Antes, tida como extensão de moradia da elite cuiabana, se transformou em ponto comercial da cidade.

Uma de suas riquezas é o arsenal da marinha, instalado durante a Guerra do Paraguai, depois foi transferido para Ladário, hoje, Mato Grosso do Sul. O prédio que foi instalado pelo exército para instalar o arsenal de guerra, atualmente abriga instalações do centro cultural administrado pelo SESC. O prédio ao longo do tempo sofreu transformações, mas ainda mantém os traços da arquitetura original.

O bairro do Porto localiza-se na região Oeste de Cuiabá, sua configuração espacial inicia-se na rua Tenente Coronel Duarte até a avenida Senador Metelo, seguindo pela avenida São Sebastião, retornando-se à avenida Miguel Sutil até as margens do rio Cuiabá.

Encontra-se nesta região alguns dos principais patrimônios históricos de Cuiabá, além dos casarões coloniais podemos citar: Espaço Liu Arruda, Museu do Rio “Hid Alfred Scaff”, Aquário municipal, Mercado do Porto, Casa do Artesão / Restaurante Regionalíssimo, Igreja São Gonçalo, Igreja Nossa Senhora Auxiliadora e o antigo cais do porto, entre outros.

0 comentário
0

VOCÊ PODE GOSTAR

Deixe um comentário

error: O conteúdo está protegido !