Mulher Inspiradora: presidente do Tribunal de Justiça recebe honraria em evento da Polícia Civil

A presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargadora Clarice Claudino da Silva, foi homenageada na noite desta terça-feira (05 de março), na solenidade da Polícia Judiciária Civil (PJC) com o troféu “Mulher Inspiradora”.  A honraria que também foi entregue a outras 16 mulheres autoridades e personalidades que atuam na luta pelos direitos e empoderamento das mulheres na sociedade.
 
A desembargadora declarou que o encontro promovido pela PJC é um espaço interessante de afirmação de políticas públicas e troca de pensamento e posicionamento das mulheres do Estado que estão em cargos de comando. 
 
“É um momento muito interessante de posicionamento de nós mulheres, momento inspirar e saber as origens, a história de vida de cada uma. Este intercâmbio fortalece a todas nós para que sejamos mais bem-sucedidas naquelas nossas tarefas à frente desta missão, fazendo com que outras mulheres também se encorajem, sejam empoderadas e venham para este cenário fazer a diferença na vida de outras mulheres”, declarou a desembargadora Clarice Claudino. 
 
Outra notória autoridade feminina que recebeu a honraria “Mulher Inspiradora”, foi a desembargadora Adenir Carruesco, presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT-MT). Magistrada do trabalho há 29 anos, ela também é a segunda mulher negra a presidir o mais alto posto da Justiça. 
 
“Este evento é de suma importância. Aliás, todos os dias temos que pensar na questão da mulher! É muito bom ter um evento para se dedicar a essa questão da conscientização, pois já evoluímos muito, avançamos bastante na paridade de gênero, no reconhecimento do valor da mulher, mas temos muito ainda que caminhar. Hoje ainda sofremos muito com a violência doméstica e todo tipo de discriminação. É preciso se levantar, é importante levantar essa bandeira e dizer que as mulheres são importantes, pois sem a gente não é possível construir uma nação democrática que garanta o direito de todos”.  
 
Essa homenagem também é pelo reconhecimento às ações do TJMT, por meio da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher) que trabalha no combate à violência contra a mulher:  Rede de enfrentamento à violência doméstica, grupo reflexivo para homens, Programa “Cemulher e a Lei Maria da Penha nas Escolas, possui unidades no Complexo Unificado de Varas Especializadas de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher no Fórum de Cuiabá,  o aplicativo SOS Mulher-MT, Medida protetiva On-line, a Ouvidoria da Mulher, além da mais recente ação,  pesquisa com amigos e familiares de vítimas de feminicídio. 
 
A delegada-geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, Daniela Silveira Maidel, primeira mulher a comandar a instituição policial e anfitriã do evento, destacou que essa ação de reconhecimento das mulheres “é muito importante, pois reconhecer o trabalho dessas mulheres é fundamental para causa do combate à violência e familiar contra as mulheres. Quanto mais a gente dar exemplo e mostrar mulheres fortes vamos avançar mais na sociedade”.   
 
Carlos Celestino/ Foto: Josi Dias da Setasc-MT
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT – MT

Almanaque

Almanaque

O Almanaque Cuyabá é um verdadeiro armazém da memória cuiabana, capaz de promover uma viagem pela história em temas como música, artes, literatura, dramaturgia, fatos inusitados e curiosidades de Mato Grosso. Marcam presença as personalidades que moldaram a cara da cultura local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *