Pioneirismo de bairro no Centro

por Editoria/AC

Após o sorocabano Miguel Sutil de Oliveira ter achado jazida aurífera nas proximidades de onde teria plantado sua roça, na extensão do Morro da Luz até o Rio Cuiabá, em 1721, o núcleo original da cidade homônima ao rio foi transferido da região do Coxipó do Ouro para o que se convencionou chamar de Lavras de Sutil, área central e local mais protegido dos ataques de nativos.

Aos poucos a população começou a ocupar desde a região da Praça da Mandioca (foto) até às imediações da atual Catedral Metropolitana. Os extremos eram interligados pelas ruas de Cima, do Meio e de Baixo e pelo Beco do Candeeiro, primaz ponto de encontro entre lavradores e garimpeiros. Começaram ali, portanto, as atividades econômicas e sociais e o início do desenvolvimento urbano de Cuiabá.

0 comentário
0

VOCÊ PODE GOSTAR

Deixe um comentário