Poder Judiciário de Mato Grosso

No enfrentamento à violência doméstica e familiar, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) estende sua mão às mulheres oferecendo um espaço seguro, acolhedor e humanizado, o Núcleo de Atendimento a Magistradas e Servidoras Vítimas de Violência Doméstica. O espaço leva o nome da servidora Thays Machado, vítima de feminicídio.
 
Implementado com o objetivo de prevenir e enfrentar essas situações delicadas, o Núcleo é um ponto de apoio para magistradas, servidoras efetivas e comissionadas, contratadas, estagiárias, credenciadas, terceirizadas e demais colaboradoras do Primeiro e Segundo Grau em busca de apoio e suporte
 
Localizado na sede do TJMT, em Cuiabá, o Núcleo de Atendimento disponibiliza serviços multidisciplinares, desde apoio psicológico e psiquiátrico, suporte jurídico e medidas institucionais de segurança.
 
Esse ambiente acolhedor e profissional é acessível tanto presencialmente, durante o horário comercial de segunda a sexta-feira, quanto através de videoconferência, proporcionando flexibilidade para as mulheres que precisam de auxílio e apoio.
 
A confidencialidade em todos os atendimentos está garantida assegurando o acolhimento sem julgamentos ou exposições. É um espaço protegido e preparado para oferecer o máximo apoio para discutir preocupações e necessidades.
 
Para aquelas que necessitam de assistência ou desejam mais informações, o Núcleo de Atendimento disponibiliza diversos canais de contato.
 
Telefone: (65) 3617-3038
 
Whatsapp: (65)99267-6382 (24 horas)
 
E-mail: núcleo.atendimento@tjmt.jus.br
 
Endereço: Sede do TJMT em Cuiabá
 
Horário de atendimento: 8h às 12h
 
Em um momento em que a violência doméstica continua a ser uma preocupação persistente, iniciativas como o Núcleo de Atendimento do Tribunal de Justiça de Mato Grosso desempenham um papel importantíssimo na proteção e no apoio às mulheres em situações de vulnerabilidade.
 
Instalação – A inauguração do Núcleo, em 24 de março de 2023, contou com a presença da presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Clarice Claudino da Silva, e da coordenadora da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher-MT), desembargadora Maria Aparecida Ribeiro. O evento simbolizou o compromisso do TJMT com a proteção das mulheres.
 
Página – A Cemulher-MT possui um portal com várias informações, notícias, estatísticas, projetos, links para solicitação de medida protetiva e para o aplicativo SOS Mulher, Manual de Procedimentos das Medidas protetivas, entre outros.
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT – MT

Almanaque

Almanaque

O Almanaque Cuyabá é um verdadeiro armazém da memória cuiabana, capaz de promover uma viagem pela história em temas como música, artes, literatura, dramaturgia, fatos inusitados e curiosidades de Mato Grosso. Marcam presença as personalidades que moldaram a cara da cultura local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *