Tribunal de Justiça dá início ao calendário 2024 de formação de facilitadores de Círculos de Paz

Dando continuidade à política de pacificação nas escolas, o Poder Judiciário de Mato Grosso iniciou nesta segunda-feira (29 de janeiro), no município de Campo Verde, a formação básica de novos facilitadores de Círculos de Construção de Paz. A formação é realizada pelo Núcleo Gestor da Justiça Restaurativa (NugJur), em parceria com a Escola dos Servidores, tendo como público alvo, professores e servidores da rede municipal de ensino. As aulas são realizadas das 7h às 17h, e seguem até o dia 02 de fevereiro.
 
Os municípios de Planalto da Serra e Nova Brasilândia serão os próximos a receber o curso de formação de facilitadores. Em Planalto da Serra, as aulas serão realizadas entre os dias 19 e 23 de fevereiro, das 14h às 18h. Já em Nova Brasilândia, as aulas serão no período de 04 a 08 de março, também das 14h às 18h.
 
A expansão da cultura de pacificação social, por meio da Justiça Restaurativa, é uma das principais metas da presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargadora Clarice Claudino da Silva, precursora da Justiça Restaurativa em Mato Grosso e também presidente do Núcleo Gestor da Justiça Restaurativa (NugJur).
 
Os Círculos Construção de Paz se tornaram uma das principais práticas estimuladas pelo Poder Judiciário, como Política Pública de Pacificação Social. Nos círculos é possível ressignificar o conflito dando a cada participante a oportunidade de falar, ouvir e ser ouvido. Nesse processo, os círculos de paz podem ser adotados como uma proposta pedagógica para as salas de aula, com a introdução de conteúdos edificantes e a reflexão dirigida sobre temas como valores, respeito e perdão.
 
Além da resolução de conflitos com base no diálogo, o método também traz resultados concretos no combate à evasão escolar, e tem mudado a relação entre alunos, professores e comunidade. Quanto maior a carga de conflitos, humilhação, racismo, bullying, e outras situações de violência vividas pelos alunos no ambiente escolar, maior será a evasão, como tentativa de autoproteção e distanciamento daquilo que causa dor.
 
Formação Continuada – Os municípios de Campo Novo do Parecis, Tangará da Serra e Nova Mutum darão início à segunda etapa básica de formação, com aulas síncronas, ministradas via plataforma Microsoft Teams.
 
Para as turmas de Campo Novo do Parecis as aulas serão realizadas nas datas de 07, 14 e 21 de fevereiro, das 18h às 19h30; já as turmas de Tangará da Serra e Nova Mutum entre os dias 22 de fevereiro e 14 de março, das 13h30 às 15h.
 
Naiara Martins/Foto: Alair Ribeiro
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT – MT

Almanaque

Almanaque

O Almanaque Cuyabá é um verdadeiro armazém da memória cuiabana, capaz de promover uma viagem pela história em temas como música, artes, literatura, dramaturgia, fatos inusitados e curiosidades de Mato Grosso. Marcam presença as personalidades que moldaram a cara da cultura local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *