Sema-MT apreende redes de pesca predatória durante fiscalização nos Rios Cuiabá e Manso

A equipe de fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), com o apoio da Polícia Militar, apreendeu redes usadas para a pesca predatória durante patrulhamento fluvial nos Rios Cuiabá e Manso, neste fim de semana.

O período de defeso da piracema nos rios de Mato Grosso começou no dia 2 de outubro de 2023 e segue até 1º de fevereiro de 2024. Os agentes ambientais estão em campo fiscalizando a pesca ilegal e realizando o trabalho preventivo, por terra e água, como forma de orientar os pescadores e evitar que o peixe seja retirado da água durante o período de reprodução das espécies.

No Distrito de Bonsucesso, em Várzea Grande, e no município de Santo Antônio de Leverger, entre as localidades de Ponte Nova e Barra do Arica, os fiscais surpreenderam indivíduos pescando durante o período proibido. Os infratores, ao perceberem a aproximação da equipe, fugiram do local abandonando seus petrechos de pesca.

No Rio Manso, na região conhecida como Catisal, a fiscalização apreendeu três pescados da espécie pintado, uma rede de emalhar usada para a pesca predatória e dois sacos para prender peixes. O infrator não foi localizado no local.

Todos os materiais apreendidos durante as operações foram encaminhados para o depósito da Sema-MT. Já o pescado foi doado para uma entidade filantrópica da região.
Sema-MT

Canal de denúncia

A Sema-MT atende denúncias da população contra crimes ambientais e pescas predatórias pela Ouvidoria, no telefone 0800 065 3838, pelo e-mail ouvidoria@sema.mt.gov.br, pelo WhatsApp (65) 98153-0255 e em suas Unidades Regionais.

Quem se deparar com algum crime ambiental também pode denunciar por meio do contato da Polícia Militar 190.

Fonte: Governo MT – MT

Almanaque

Almanaque

O Almanaque Cuyabá é um verdadeiro armazém da memória cuiabana, capaz de promover uma viagem pela história em temas como música, artes, literatura, dramaturgia, fatos inusitados e curiosidades de Mato Grosso. Marcam presença as personalidades que moldaram a cara da cultura local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *